sexta-feira, março 1
Shadow
Continua após a publicidade..

Maximizando os Recursos do FGTS: Portabilidade para Fundos de Investimento XP

Você sabia que é possível potencializar os recursos do seu FGTS através da portabilidade para Fundos de Investimento? e neste artigo, vou explicar tudo sobre a oportunidade de diversificar seus investimentos, especialmente se você já possui recursos em Fundos Mútuos de Privatização (FMP). É importante ressaltar que as informações apresentadas são exclusivas para clientes XP.

A Jornada dos Fundos Mútuos de Privatização (FMP): Em meados de 2022, retomamos uma discussão importante no mundo dos investimentos: os Fundos Mútuos de Privatização (FMP), notadamente o da Eletrobras, que passou a ser acessível via FGTS. O que poucos investidores sabem é que, após seis meses, os recursos alocados nesses FMP podem ser portabilizados para Fundos de Investimento de gestão ativa.

A Oportunidade XP: A XP, pensando na maximização desses recursos, lançou duas opções de FMP Carteira Livre, disponíveis para seus clientes. A primeira delas permite investir até 50% do saldo do FGTS no FMP da Eletrobras. Após seis meses da adesão, os investidores têm a oportunidade de migrar esses recursos para buscar retornos mais expressivos e eficiência na gestão do FGTS.

Entendendo os Tipos de FMP: É crucial compreender os diferentes tipos de FMP antes de abordar a portabilidade. Existem três modalidades: FMP Origem, FMP Migração e FMP Carteira Livre. O primeiro tem recursos diretos do FGTS, o segundo migra de outro FMP após seis meses, e o terceiro permite diversificação sem limitação a um ativo específico.

XP Carteira Livre: Duas Estratégias, Uma Escolha: A XP criou duas estratégias de FMP Carteira Livre para receber recursos dos FMPs da Eletrobras. O XP Inverso Sophia, focado em superar o Ibovespa com gestão fundamentalista, e o XP Balanceado, uma opção mais conservadora, alocando parte do portfólio conforme o XP Investtopia.

Comparativo de Desempenho: Ao comparar os retornos obtidos pelos FMPs da Petrobras e da Vale com o desempenho do Fundo XP Investidor em Gestão Ativa, desde sua criação em 2006, fica evidente a busca por resultados superiores. Os FMPs da Vale e Petrobras acumularam retornos de 497,6% e 196,5%, respectivamente, enquanto o XP Investidor obteve um retorno de 675,5%.

Portabilidade: A Chave para Maximizar seus Recursos: A portabilidade é uma característica essencial dos FMPs, possibilitando a migração entre fundos sem a necessidade de resgate. Isso significa que, assim como nos fundos de previdência, não há incidência de imposto de renda durante o processo. Vale destacar que apenas investidores com recursos alocados em FMPs podem solicitar a portabilidade.

Como Fazer a Portabilidade: Para realizar a portabilidade entre os FMPs, é necessário acessar o assessor vinculado à sua conta XP. Antes desse processo, é fundamental analisar seu objetivo de uso do FGTS e como o investimento se alinha ao seu perfil de risco e demais investimentos.

Conclusão: Em resumo, a diversificação dos recursos do FGTS é uma estratégia comprovadamente eficaz. Com as opções oferecidas pela XP, especialmente os FMPs Carteira Livre, os investidores podem buscar uma alocação mais eficiente, diversificada e alinhada aos seus objetivos. Seja consciente na escolha, alinhe com seu perfil de risco e aproveite as novas oportunidades de investimento.

Continua após a publicidade..

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *